Diabetes parte 1

Caracteriza-ser por um grupo de doenças metabólicas ocasionadas por um distúrbio crônico no metabolismo dos carboidratos, proteínas e gorduras. Ocorre hiperglicemia, ou seja, deterioração dos carboidratos, por causa da deficiência na secreção ou ação da insulina.

A insulina é produzida pela célula Beta que faz parte de um conglomerado de células localizadas no pâncreas, denominada Ilhotas de Langerhans. É necessária para o transporte de glicose e aminoácidos , formação de glicogênio no fígado e nos músculos, transformação de glicose em triglicerídeos, síntese de ácidos nucléicos e proteínas.

A diabetes pode ser dividida em dois tipos:

A diabetes miellitus tipo 1 ou insulino dependente, aonde observamos destruição das células Beta pelo sistema imunológico. Pode ser causada pela hereditariedade, stress, vírus, disfunção auto-imune, doença pancreática e hepática e alterações endócrinas.

Manifesta-se na infância, tornando-se grave na adolescência e se não for tratada pode cevar a manifestações metabólicas agudas.

A diabetes miellitus tipo2 ou insulino não dependente , caracteriza-se por dois defeitos metabólicos, distúrbio na secreção de insulina que passa a ser retardada ou insuficiente ou por resistência a insulina. Alguns fatores como hereditariedade, obesidade, efeitos da dieta, sedentarismo, stress e idade avançada podem estar ligados a esse tipo.

Alguns sintomas podem ser observados como poliúria, polidipsia, polifagia, hiperglicemia, glicosúria, alterações visuais, renais e neurológicas. Se não tratados os sintomas algumas complicações agudas como cetoacidose diabétoca, coma hiperosmolar não- cetônico e hiplogicemia podem aparecer , assim como complicações crônicas: retinopatia, nefropatia, neuropatia periférica ( pé diabético) e doença vascular.

O tratamento consiste em uma alimentação adequada, exercícios físicos, aplicações de insulina, prevenindo assim complicações e melhorando a qualidade de vida do diabético.

Precisando de Fisioterapia? Clique Aqui e Fale Comigo!